100 dias de Gestão do Governo de Dona Inês: Na agricultura, mais desenvolvimento para o campo

A agricultura do município de Dona Inês, enquanto setor primário da economia, desempenha um importante papel para promover renda e uma alimentação mais orgânica a população rural e urbana. Por se tratar de um setor, que tem como principal elemento a agricultura familiar, se mostra promotora da produção de frutas, legumes, verduras e animais, tendo como principais culturas a do milho, mandioca, feijão, leite, carne suína, bovina e de aves, ao mesmo tempo em que é uma área que depende de fatores externos e climáticos.

Diante disso, a Gestão Governo de Todos, vem realizando ações de atenção ao bem-estar social das comunidades rurais, que são feitas desde o período de estiagem, com entrega de cestas básicas para complemento da nutrição alimentar e limpezas de reservatórios, como também no planejamento ao período de chuvas, com a entrega de sementes e disponibilização de equipamentos para cortes de terra.

 

Do plantio a colheita, a gestão municipal garante esta atenção, por meio da Lei LEI Nº 835/2021, de 22 de março de 2021, que institui Programa Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável e combate à pobreza no campo do Município de Dona Inês/PB, que se constituirá em um programa destinado a fomentar e incentivar as atividades desenvolvidas pelos pequenos produtores rurais da agricultura familiar, a geração de renda e, especialmente, a manutenção do trabalho do homem/mulher no campo, tendo como objetivos primordiais o incremento e desenvolvimento das atividades agroindustriais, através de ações direcionadas a proporcionar direta ou indiretamente o aumento da produtividade, o escoamento da produção e a melhoria da qualidade de vida.

Com suporte e visando, ao longo da gestão, o atendimento e melhoria das barragens, açudes, perfuração de poços, retificação de cursos de água, reflorestamento de nascentes e mata ciliares, como também o desenvolvimento de armazéns comunitários, mercados de produtor, estradas, escolas e postos de saúde rurais, instalação de redes de energia elétrica, comunicação, internet rural, saneamento básico, esporte e lazer estimulando o progresso no campo e a participação dos agricultores familiares e de seus representantes no processo de discussão dos planos e programas;

 

Veja algumas ações realizadas nesse segmento em alusão aos 100 dias de gestão

  1. Resgate de Açudes e Barreiros por todo o município, a exemplo do açude do assentamento Dr. Pedro, onde foi limpo e ampliado.
  2. Comunicação junto com a FAEPA (Federação da Agricultura e Pecuária da Paraíba) e o SENAR-PB (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) para implementação do programa de Inclusão produtiva, que disponibiliza diversos cursos como o de Gerenciamento, turismo rural, produção vegetal, manejo de pastagens e muitos outros.
  3. Convênio com a Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária, para aquisição de sementes e assim disponibilizando um servidor para trabalhos com a EMPAER.
  4. Distribuição de sementes de Milho, feijão e sorgo aos agricultores cadastrados no Seguro Safra. Ação realizada localmente em vários pontos e setores do município.
  5. Cadastros de corte de terra na zona rural, e início a partir do período de chuva por todo município.
  6. Dialogo com as associações comunitárias, junto ao programa Cooperar e a fomentação a formação da cooperativa da Agricultura Familiar do Brejo e Curimataú Paraibano – COOPERAFBC no município.