Hino

Por volta de 1.800, vaqueiro por aqui passaram

Gado desgarrado era o que procuravam

Ao ver uma fumaça que surgia ao pé de um penedo

Avistaram uma moça branca e fina

Acompanhada de um escrevo negro

Era uma senhora de engenho que se chamava Inês

Os primeiros moradores com bastante sensatez

Em sua homenagem o lugar batizaram

Trouxeram suas famílias, construíram suas casas

e por aqui ficaram.

(Refrão)

Nós te amamos Dona Inês, nós te amamos

Quem aqui mora, se for embora, chora de emoção

És por Deus abençoada, temos paz e união

Nossa terra adorada, nosso querido torrão

Por onde estivermos, estás em cada coração

És nosso aconchego, nosso orgulho e perfeição.

Por força de um decreto, o povoado virou vila

Através de homens de força, de coragem,

garra

e fibra

Pouco tempo depois o governador sancionou

Lei que ao entrar em vigor

A pequena Vila em cidade transformou.

Glória a Deus que felizes vivemos

Com Deus, nem tempestade tememos

Dona Inês, linda cidade de avenida planas e ladeiras

De gente trabalhadora, pacata e hospitaleira

Viver neste lugar enche nosso coração de alegria

Amar nossos irmãos é uma emoção que nos contagia

Aqui onde existe um belo cruzeiro

Que simboliza este povo tão ordeiro

A paz esta na terra e o amor esta no ar

Em nossos corações Dona Inês brilhará

(Refrão)

Nós te amamos Dona Inês, nós te amamos

Quem aqui mora, se for embora, chora de emoção

És por Deus abençoada, temos paz e união

Nossa terra adorada, nosso querido torrão

Por onde estivermos, estás em cada coração

És nosso aconchego, nosso orgulho e perfeição.